Advertisement

Renomada no setor automotivo, Bilstein também quer as motos

Fabricante de amortecedores de performance para veículos de quatro rodas quer concorrer com a Öhlins

23/04/2020 11:04

A fabricante de amortecedores alemã Bilstein tem uma longa lista de serviços prestados ao automobilismo. É fornecedora de amortecedores de performance para Mercedes-Benz, protótipos de DTM, endurance, rali e até F1. Além, é claro, de fornecer ao público componentes para upgrade de carros de rua. 

Digamos que é a sueca Öhlins do mundo de quatro rodas. Mas a Bilstein, parte do conglomerado de empresas ThyssenKrupp, quer mais. O projeto para 2021 é aproveitar a reputação expandindo as operações para o setor de motocicletas. 

Essa aproximação está acontecendo com a conterrânea BMW nesse primeiro momento. A primeira oferta de produtos Bilstein para motos será garfo e amortecedor para upgrade da superbike S 1000 RR. 

A Bilstein inovará no design que agrega ajustes na mesma extremidade do componente, por meio de um “registro” que pode ser girado com facilidade usando luvas. O amortecedor também apresentará redução de cerca de 1 kg em relação aos concorrentes porque eliminará o reservatório de gás piggy-back. 

E esse será só o começo. Um grupo do tamanho do ThyssenKrupp não investiria para entrar timidamente em um novo setor. Certamente almejam o fornecimento às fabricantes, em especial a BMW como porta de entrada. 

 

©Copyright Duas Rodas. Reprodução proibida de textos e imagens, total ou parcial.             

 

APLICATIVO



INSTAGRAM