Quatro Rodas

Motul Onirika 2853 não é uma MV Agusta convencional

Moto conceito encomendada ao estúdio GPDesign e assinada pelo italiano Luca Pozzato utilizou a base da Brutale 800 para ganhar vida

28/01/2016 16:08

“O nome Onirika 2853 é um exercício que fizemos tentando imaginar como a empresa estaria 1.000 anos após sua fundação”. Assim a Motul, fabricante francesa de lubrificante, definiu o nome do conceito Onirika 2853, esclarecendo os numerais no batismo, já que a Motul foi fundada em 1853. A motocicleta foi encomendada ao estúdio GPDesign e assinada pelo italiano Luca Pozzato, que utilizou a base da Brutale 800 para construir o projeto.

Com isso, o propulsor da Onirika 2853 traz os três cilindros da MV Agusta capaz de gerar até 125 cv a 11.600 rpm e torque máximo 8,25 kgf.m a 8.600 rpm. Já no design, Pozzato se distanciou muito das elegantes motos fabricadas em Varese e deixou a Onirika 2853 com design bem futurista. O assento em metal e as rodas em forma de disco concedem um caráter bem industrial ao conceito. Ao mesmo tempo em que a arte desenhada no tanque de combustível e na traseira da Onirika 2853 destaca o lado urbano do conceito.

O conjunto óptico da Brutale foi trocado por duas “caixas”, uma para o farol baixo e outra para o alto. Claro que a logomarca da Motul aparece em destaque na moto, algo que talvez destoe da proposta do modelo, mas a marca pretende leiloar a Onirika 2853 no fim deste ano e usar o dinheiro arrecadado na Motul Corazón, uma instituição sem fins lucrativos que ajuda crianças carentes.  

APLICATIVO



INSTAGRAM