Quatro Rodas

Longa Duração: Yamaha Crosser 150 mês 2

Em sua segunda coluna, nosso repórter Vinícius Piva aborda o tema garupa; para tanto perguntou à sua esposa o que ela acha de andar no banco traseiro da pequena trail

24/11/2014 16:28

Texto: Vinícius Piva

Certa vez, ganhei um adesivo em uma feira de motocicletas na Itália, no qual havia o desenho de um piloto empinando a moto com uma acompanhante caindo da garupa junto da frase: “Defina as suas prioridades”. Na imagem, a expressão do homem dava a entender que ele tinha feito a escolha: pela moto. Já o rosto da mulher era um misto de surpresa com indignação. Lembro-me de ter mostrado o singelo adesivo à minha esposa. Bem, ela apenas me olhou e não precisou dizer uma palavra para evidenciar reprovação...

Conto essa pequena história porque, de fato, às vezes nem precisamos escolher nossa prioridade. A moto já faz isso por nós, ao privilegiar apenas o piloto. OK, entendo que uma esportiva não atenda a exigências de garupa, mas uma street urbana com uma leve pitada de aventura não pode, em nenhuma circunstância, pecar nesse quesito. Como uso a Crosser na maior parte do tempo com minha esposa Mariana (dou carona para o trabalho), resolvi consultá-la para ter uma opinião a respeito do tema.

Segundo ela, a Crosser tem banco grande e confortável, o que transmite uma sensação maior de segurança. Nas palavras dela, a espuma é macia, a posição das pernas adequada (ela tem 1,74m de altura) e as alças são de fácil acesso para as mãos. Diante da impressão positiva, questionei se podemos pegar a estrada em breve e ela me respondeu que sim, com tranquilidade. Então é isso que vamos fazer!

Antes de encerrar, quero dizer mais duas coisas. Primeiro, a borracha que cobre a pedaleira direita simplesmente sumiu, caiu pelo caminho deixando à mostra o metal serrilhado como nas motos off-road. A pedaleira continua lá, mas sem a borracha que ajuda a reduzir a transmissão de vibração para o pé. Segundo, em nova medição de consumo apenas com etanol, a média permaneceu na casa de 29 km/litro.

Ah, quanto ao meu adesivo do início, levei para o trabalho e colei no meu computador. Até a próxima!

Km total da moto: 2.164

Longa Duração: Yamaha XTZ 150 Crosser mês 1

Longa Duração: Honda CB 500X mês 2

Nas Bancas: edição especial Moto do Ano reúne 43 motocicletas

APLICATIVO



INSTAGRAM