Quatro Rodas

Kawasaki relança marca italiana Bimota com nova Tesi H2

A marca de luxo agora tem sociedade com a Kawasaki e voltará a fabricar a esportiva Tesi, com motor japonês

06/11/2019 11:11

A Kawasaki confirmou nesta quarta-feira (6) que adquiriu parte da fabricante italiana Bimota. Está exibindo no EICMA a nova Tesi H2, que relançará a marca em 2020 com o motor supercharged da Ninja. O propulsor de 1 litro com 4 cilindros e compressor rende até 243 cv e 14,4 kgf.m.

A Bimota sempre se concentrou em apresentar soluções de design inovadoras utilizando motores de terceiros, nos últimos anos da Ducati. Suas motos produzidas em Rimini, na costa adriática, desde 1972, são construções artesanais em séries de poucas unidades. A empresa originária dos sócios Bianchi, Morri e Tamburini faliu no fim dos anos 1990. Os investidores que a compraram e relançaram nos anos 2000, Marco Chiancianesi e Daniele Longoni, fecharam novamente em 2017.   

Para a Tesi H2 estão previstos 200 exemplares, que também aproveitarão eletrônica, comandos, conjunto de iluminação, retrovisores e painel da Ninja H2. A Bimota se concentrará no chassi de alumínio com sistema de suspensão por braços, característica de seus modelos. Os componentes de design com ângulos acentuados em fibra de carbono nas cores vermelho e branco também estarão na Tesi.  

 

©Copyright Duas Rodas. Para adquirir direitos de reprodução de conteúdo, textos e/ou imagens: marcelo@revistaduasrodas.com.br      

 

APLICATIVO



INSTAGRAM