Advertisement

Covid-19: como manter máscara e equipamentos higienizados

Relaxamento da quarentena aumentará número de pessoas nas ruas e demanda por máscaras; veja como se precaver

04/05/2020 15:05

Nesta batalha que estamos enfrentando contra a Covid-19 os motociclistas estão especialmente expostos e devem ter cuidados específicos. Afinal, não estão isolados dentro de um carro, e sim expostos ao ambiente e outras pessoas ao redor, sejam motoristas com janela aberta, outros motociclistas ou pedestres. 

O uso de máscara facial é altamente recomendado, além dos equipamentos de proteção de praxe para conduzir a moto. Com demanda e preços das máscaras em alta, também é importante saber como mantê-las adequadamente para que possam ser reutilizadas. E como os equipamentos de segurança devem ser higienizados. 

Se você estará nas ruas todos os dias com a moto, o ideal é ter sempre duas máscaras laváveis em condições de uso (no mínimo). A máscara facial é uma grande aliada para proteger você, sua família e quem mais estiver ao redor. É uma barreira física contra o vírus, que deve ter duas camadas para proteção extra, conforme as orientações do Ministério da Saúde. 

Passo a passo da máscara 

É importante usar a máscara sempre que sair da casa, passando as tiras elásticas por trás das orelhas. Ajuste ao rosto para cobrir totalmente boca e nariz. E é importante não sobrarem espaços abertos nas laterais! 

Use a máscara inclusive com o capacete, mesmo que seu modelo de casco seja integral. Não podemos nos esquecer que há espaço aberto entre queixo e casco, além dos momentos em que a viseira fica aberta. 

Sempre que precisar manusear a máscara, segure pelas tiras elásticas, mas evite tirar e colocar várias vezes durante o dia para aumentar a durabilidade. Outra dica é levar uma segunda máscara como reserva numa sacola: se a máscara ficar úmida durante o dia, deve ser trocada. Use a sacola para guardar a máscara usada e não se esqueça que é de uso individual, não deve dividida com outras pessoas. 

Quando chegar em casa é importante que você mesmo cuide da máscara, segurando pelas tiras elásticas que passam ao redor das orelhas para evitar contaminação. Lave com sabão usando um pedaço de tecido para esfregar suavemente, sem danificar a máscara, ou deixe de molho em água sanitária por 30 minutos. Segundo o Ministério da Saúde, máscaras de TNT, algodão e tricoline também podem ser lavadas.     

E os equipamentos de segurança? 

Os cuidados com a limpeza da máscara valem também para o capacete, mas use apenas sabão neutro – água sanitária pode danificar alguns materiais e causar desbotamento. A parte externa do casco pode ser polida com cera usando estopa ou flanela, para manter as cores vivas e o brilho. 

Na parte interna, se o forro for removível, lave à mão e deixe secar à sombra. Se não for possível retirar o forro, faça a limpeza com pano úmido e sabão. Máquina de lavar e secadora podem danificar partes plásticas, de metal e encaixes. 

Com a viseira é preciso ter cuidado especial, para não riscar. Remova do capacete e lave em água corrente com sabão. Depois seque com pano macio para não ficarem marcas que atrapalhem a visibilidade.  

Evite colocar as botas na máquina de lavar roupas ou em imersão na água. Prefira usar água corrente e bucha para remover a sujeira externa. Seque o excesso de água com pano e deixe em local ventilado, na sombra, sempre com apoio sobre o próprio solado.  

Já para jaqueta, calça e luvas de tecido sintético, lembre-se de retirar primeiro as proteções internas para ombros, cotovelos, costas e joelhos. A sujeira mais difícil de remover precisa de uma preparação, pode ser esfregada com uma escova ou pano usando sabão diluído em água. 

Depois, para a lavagem com imersão em água, prefira fazer à mão para não danificar as peças na máquina de lavar roupas. Se tiver uma máquina de lavar do tipo frontal, que atua de maneira mais suave, use o programa para roupa delicada. Deixe as peças secando em um cabide. 

Se peças de couro fizerem parte do seu vestuário, fique atento para evitar contato com água em excesso e nunca lave por imersão. O método de limpeza ideal é usar pano umedecido e deixar secando em local ventilado, porque peças de couro estão mais sujeitas a mofo por excesso de umidade. 

Para limpeza de sujeira mais difícil existem produtos específicos para couro, assim como hidratantes para aplicação periódica e prevenção de ressecamento.

 

©Copyright Duas Rodas. Reprodução proibida de textos e imagens, total ou parcial.  

APLICATIVO



INSTAGRAM