Advertisement

Chefes de equipe sinalizam Rossi e Morbidelli na Petronas

Time malaio da MotoGP tem apoio da Yamaha e aguarda formalização de Rossi ao lado do pupilo italiano em 2021

05/05/2020 15:55

A troca de motos entre o francês Fabio Quartararo (Petronas) e o italiano Valentino Rossi (Yamaha) parece estar próxima para 2021. Após a promoção do novato Quartararo para a equipe de fábrica Yamaha na próxima temporada, ao lado da renovação do espanhol Maverick Viñales, faltava a definição de Rossi. 

O ídolo italiano da motovelocidade já manifestou a intenção de seguir correndo em 2021, mesmo aos 42 anos. A questão é se topará assumir a moto da equipe Petronas que era de Quartararo, e quem será o companheiro. Atual par do francês, o campeão de 2017 da Moto2 Franco Morbidelli foi pupilo de Rossi na academia de pilotos VR46 e ainda não teve o contrato renovado. 

Nos últimos dias o diretor da equipe Yamaha, Lin Jarvis, disse que “seria ótimo ter Rossi na Petronas” e que está “encantado” com Morbidelli. Ele explica: “temos um acordo com Razlan Razali (dono da equipe), que ficou a nossa espera e não vai decidir nada sem antes estar totalmente entendido o que o Valentino e a Yamaha querem fazer”. 

Razali, por seu lado, confirmou nesta terça-feira (5) que quer manter Morbidelli para a temporada 2021. Depois de perder Quartararo, a avaliação dele é que ter dois novos pilotos seria “muito arriscado”.

“Para reforçar a estabilidade que existe no time, penso que seria importante reter Franco.” Ele elogia contando que Morbidelli fornece ótimas informações sobre o comportamento da Yamaha M1 para a Petronas e a Yamaha, como fez durante a última temporada e os testes pré-temporada 2020.       

 

©Copyright Duas Rodas. Reprodução proibida de textos e imagens, total ou parcial.  

APLICATIVO



INSTAGRAM