Advertisement

BMW e Aprilia vencem no Mundial de Superbike; brasileira pontua na EJC

Etapa de Monza teve triunfos de Melandri e Laverty na categoria principal; Sabrina Paiuta conquista o 13º lugar na European Junior Cup

13/05/2013 11:55

A quarta etapa do Mundial de Superbike foi disputada no último fim de semana em Monza, na Itália, e contou com vitórias das equipes que estão na frente entre os construtores: Aprilia e BMW. O italiano Marco Melandri (BMW/S 1000 RR) e o irlandês Eugene Laverty (Aprilia/RSV4 Factory) superaram seus companheiros de equipe e foram os vencedores das duas baterias.

A primeira prova só foi decidida na bandeira quadriculada: Melandri travou uma batalha contra Tom Sykes (Kawasaki/ZX-10R) e Laverty durante toda a prova e começou a última volta no 3º lugar, deixando os dois para trás no giro final. O confronto foi decidido na rápida curva Parabólica, antes da reta de chegada, e Melandri venceu apenas 0s085 à frente de Sykes e com 0s107 de folga sobre Laverty. Líder do campeonato, o francês Sylvain Guintoli (Aprilia/RSV4 Factory) ficou em 4º e acumulou mais pontos, enquanto Chaz Davies (BMW/S 1000 RR) subiu do 10º lugar na largada para terminar em 5º. A corrida teve o novo recorde de velocidade média – 201,814 km/h – na história do Mundial de Superbike, marca que resistia desde 2000 (bateria 1 de Hockenheim, na Alemanha: 201,330 kmh).

Depois da disputa perdida na primeira bateria, Laverty se recuperou na segunda prova ao assumir a ponta na penúltima volta, deixando o então líder Guintoli para trás. O francês também foi superado por Melandri e Sykes – no caso deste último, em uma disputa polêmica. Sykes atravessou uma área de escape e voltou à pista sem diminuir o ritmo, mantendo a 3ª posição, e chegou a ser penalizado pela manobra. A organização aceitou o recurso da Kawasaki e devolveu o lugar ao inglês, com Guintoli terminando novamente em 4º.

O francês, no entanto, demonstra consistência e lidera a classificação com 137 pontos, apesar de ter vencido apenas uma bateria das oito já disputadas. Laverty tem 124, 5 à frente de Sykes. Melandri conta com 96 pontos e Davies tem 94; ambos tentam colocar a BMW mais à frente no Mundial de Pilotos. Entre os construtores, a liderança é absoluta da Aprilia, com 172 pontos, seguida por BMW (144), Kawasaki (130), Honda (78), Suzuki (68) e Ducati (52) – as três últimas ainda não conseguiram acertar seus equipamentos para desafiar as líderes. Os pilotos do Mundial de Superbike voltam à pista no dia 26 de maio em Donington Park (Inglaterra).

Mais pontos para Sabrina Paiuta na EJC

A brasileira Sabrina Paiuta (LS2 Helmets Racing Team) largou em 28º na única bateria terceira etapa da European Junior Cup, mas saiu bem e já fechou a primeira volta em 23º. A escalada continuou pelos seis giros seguintes (a corrida tem apenas sete voltas) e ela ficou em 14º entre os 29 que terminaram, subindo uma posição por causa de uma punição ao ucraniano Illya Mykhalchyk. O 13º lugar, mesmo resultado de sua estreia em Aragón (Espanha), significou mais 3 pontos para a brasileira, que agora tem 6 e ocupa o 20º lugar no campeonato das Honda CBR 500R.

A vitória foi do francês Robin Anne, que venceu o suíço Adrien Pittet por apenas 11 milésimos – ambos lutam para chegar nos dois primeiros colocados no campeonato, o italiano Michael Canducci e o neozelandês Jake Lewis, que em Monza ficaram na 3ª e 5ª posições, respectivamente. A próxima etapa da European Junior Cup será em Imola (Itália), em 30 de junho.

Classificação

Mundial de Superbike – após 4 de 15 etapas

Pilotos

1) Sylvain Guintoli (FRA/Aprilia/RSV4 Factory), 137 pontos

2) Eugene Laverty (IRL/Aprilia/RSV4 Factory), 124

3) Tom Sykes (GBR/Kawasaki/ZX-10R), 119

4) Marco Melandri (ITA/ BMW/S 1000 RR), 96

5) Chaz Davies (GBR/BMW/S 1000 RR), 94

6) Loris Baz (FRA/ Kawasaki/ZX-10R), 75

7) Michel Fabrizio (ITA/Red Devils Roma/Aprilia RSV4 Factory), 74

8) Jonathan Rea (GBR/Honda/CBR 1000RR), 71

9) Davide Giugliano (ITA/Althea/Aprilia RSV4 Factory), 49

10) Leon Camier (GBR/Fixi Crescent Suzuki/GSX-R 1000), 46

Construtores

1) Aprilia, 172 pontos

2) BMW, 144

3) Kawasaki, 130

4) Honda, 78

5) Suzuki, 68

6) Ducati, 52

European Junior Cup – após 3 de 7 etapas

1) Michael Canducci (ITA), 43 pontos

2) Jake Lewis (NZL), 41

3) Robin Anne (FRA), 38

4) Adrien Pittet (SUI), 29

5) Bo Bendsneijder (HOL), 25

6) Peter Sebestyen (HUN), 25

7) Zac Levy (AUS), 23

8) Guillaume Raymond (FRA), 23

9) Augusto Fernandez (ESP), 20

10) Albert Arenas (ESP), 20

20) Sabrina Paiuta (BRA), 6

Com Fausto Macieira, do Blog Mundomoto

APLICATIVO



INSTAGRAM