Duas Rodas
  • Revista Digital
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube


Bobber chega ao país como uma Bonneville “hot rod”

Inspirada em um movimento de customização pós-guerra, modelo se despe de adereços e adota versão modificada do motor de 1.200cc

19/06/2017 às 19h27m

A Bonneville Bobber se inspira em um movimento pós-guerra com este mesmo nome, que consistia em retirar tudo o que fosse desnecessário da moto para melhorar sua performance em disputas de arrancada. O princípio era o mesmo dos carros hot rod, e o que começou em boa parte com as Triumph antigas na Europa também teve sua versão nos Estados Unidos, país em que o estilo se popularizou e seguiu vivo em customizações.

O modelo da Triumph usa uma combinação de aro dianteiro de 19 polegadas com traseiro de 16, tanque minimalista que passa a comportar 9 litros, e banco estilo selim numa traseira limpa, que simula a concepção “rabo-duro” ao esconder o amortecedor sob o assento. Na Bobber o motor de 2 cilindros paralelos com 4 válvulas em cada e refrigeração líquida foi reajustado para entregar mais torque do que na Bonneville T120, e manteve o pacote eletrônico que deve diferenciá-la na categoria: modos de pilotagem, controle tração e ABS.

O preço de R$ 49.990 é intermediário entre a T120 de R$ 45.990 e a café racer Thruxton R de R$ 56.990. As cores disponíveis no Brasil serão vinho metálico, cinza fosco e preto.  

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS


Classificados

Anunciar